Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
CÂMARA MUNICIPAL DE CERQUEIRA CÉSAR
 
topo

Vereadores
Vicente Pavan - PMDB
LEGISLATURA 13/16

Presidente Atual
Vicente Pavan
Celso Bassetto - PDTCésar Ricardo de Souza - PRClaudio Roberto Alves - PPSIsmael José Gomes - PSD
Jair Godoy - PMDB
Luiz Carlos Pereira - PMDBLuiz Henrique Alves Cruz Junior - PRBMauricio Amaro - PTB
Orivaldo Gonçalves - PSD
Roseli de Fatima Bento - PRB
Webmail
transparência
LICITAÇÃO
enquete

Você acompanha as sessões ordinárias da Câmara?
SIM
NÃO
Cerqueira César


Webline Sistemas

 

A história do município é ligada à construção da ferrovia Sorocabana:

 

A história do município de Cerqueira César nos remete ao ano de 1.886, quando a estrada Sorocabana se viu impossibilitada de ultrapassar o planalto arenoso que contornava a região Sudoeste do Estado. Com a chegada de inúmeros trabalhadores que vieram para trabalhar na construção da ferrovia, surge a formação de uma pequena vila denominada “Três Ranchos”.

O povoado cresce e se desenvolve a medida que a estrada de ferro era estruturada. Em 06 de junho de 1.889, pela Lei Estadual n° 615, a vila recebe o título de Distrito de Cerqueira César (pertencendo administrativamente à Avaré) e a escolha do nome foi uma forma de homenagear o advogado José Alves de Cerqueira César, ilustre cidadão paulista e político reconhecido nacionalmente na época. No final de 1.899 é inaugurada a estação, ponto extremo da Sorocabana, trecho da Companhia que desembocava em Cerqueira César e que passaria a servir de transporte e embarque de mercadorias que seriam levadas em lombos de animais para outros pequenos centros urbanos que se fixavam na região. Então, nesta época, o comerciante português José Joaquim Esteves resolve construir a primeira casa de hospedagem, em virtude da grande procura por repouso por parte dos forasteiros e trabalhadores de outras plagas que desembarcavam na região, entregando-a ao comerciante Juvenal Gomes Coimbra, que a administrou, tornando-se proprietário em 1.905, juntamente com Porfírio Dias Batista. O Distrito se desenvolve rapidamente e, em 10 de outubro de 1.917, pela Lei 1.556, cria-se o município de Cerqueira César tornando-se comarca de Cerqueira César no dia 18 de fevereiro de 1.959, pela Lei n° 5.285, solenemente instalada no dia 12 de setembro de 1.965, nisso desmembrando-se da jurisdição Avareense.

A Câmara Municipal foi instalada no dia 17 de março de 1.918.

A primeira escola de Cerqueira César passa a ser o Grupo Escolar fundada em 19 de novembro de 1.919.

A primeira capela construída foi dedicada à “Sagrada Família, Jesus, Maria e José”, capela esta pertencente à Paróquia Nossa Senhora das Dores de Avaré, até o ano de 1.909. No entanto, aos 31 dias de dezembro do corrente ano, tornou-se capela curada, desmembrando-se da Paróquia de Avaré, tendo como seu primeiro cura o Revmo. Pe. Lindholfo Esteves, permanecendo até o ano de 1.925. Em 17 de maio de 1.925, a Capela é elevada a categoria de Paróquia com o nome de Santa Terezinha do Menino Jesus. Desde a criação da Paróquia até o presente estiveram à frente da mesma, na função de Pároco quatro sacerdotes, sendo a seguinte ordem:

- Pe. José Julianetti, de 1.925 a 1.942;

- Pe. Oscar de Pádua Mello, de 1.943 a 1.987;

- Pe. Antonio Fábio Rodrigues Zamberlan, de 1.988 a 2.001;

- Pe. Edmilson José Zanin.

Nota: Em 30 de setembro de 2.001, fiéis e devotos de Santa Terezinha se emocionam ao ouvir o Arcebispo Metropolitano de Sant’ana de Botucatu, Dom Aloysio declarar a paróquia SANTUÁRIO ARQUIDIOCESANO DE SANTA TEREZINHA DO MENINO JESUS.

Em 1.923 foi construído um novo prédio para a estação. Durante todo esse tempo, a estrada de ferro esteve ligada com o progresso da cidade, até que em 15 de janeiro de 1.999, passou por ali o último trem de passageiros pertencente à antiga linha tronco da Sorocabana, que posteriormente seria suprimida pela Ferroban. Atualmente ainda é possível verificar a passagem de alguns trens de carga que utilizam a estrada de ferro.

 

A instalação do primeiro Ginásio Estadual deu-se no dia 06 de maio de 1.950, tendo como seu diretor o professor João Soares de Almeida; no início de suas atividades contava com 81 alunos, sendo que a matrícula final no ano se deu com 99 alunos. E a partir de 1.963 passou-se a denominar Prof. José Leite Pinheiro, e pela Lei Estadual n° 4.066 de 23 de agosto de 1.957, criou-se o curso normal junto ao Ginásio, sendo instalado em 02 de março de 1.959 e, em 24 de janeiro de 1.966 criou-se o Curso Colegial.

No Ano de 1.964, cria-se e instala-se a Escola de Iniciação Agrícola, sendo posteriormente transformada para Colégio Técnico Agrícola.

Em de 03 abril de 1.970, cria-se o Colégio Comercial que tinha sob Direção o professor José Benedito França Nogueira.

Outros nomes ilustres destacam-se na história, são eles: Henrique Pavão, Manoel Drumond, Lúcio Bento Alves e Gaspar Lobo.

 

          Dados sobre os fundadores:

 

José Joaquim Esteves – nasceu em Portugal em 1.846 e mudou-se para o bairro do Macuco, foi casado com Francelina Perpétua Alves em primeira núpcias e teve quatro filhos, casou-se pela segunda vez com  Juliana Garcia de Oliveira e não teve mais filhos.

Faleceu no dia 05 de agosto de 1.903 aos 57 anos.

 

Juvenal Gomes Coimbra – nasceu na cidade de Rezende no Estado do Rio de Janeiro no dia 21 de maio de 1.836, casou-se aos 21 anos com Antonia Maria do Prado e mudou-se para o bairro Macuco onde exerceu por muito tempo a atividade de comerciante. Foi Juiz de Paz durante muitos anos, foi o primeiro Coletor Federal de Cerqueira César, faleceu em São Paulo no dia 08 de outubro de 1.934.

 

 José Alves de Cerqueira César:

 

O nome Cerqueira César, foi uma homenagem ao Dr. José Alves de Cerqueira César, que nasceu na fazenda Itapera Grande e Lavras, da freguesia de Nossa Senhora da Conceição de Guarulhos, município de São Paulo no dia 23 de maio de 1.985, era filho de Bento Alves de Siqueira Bueno e Maria Cândida S. Cerqueira Leme. Após concluir seus estudos primário e secundário, matriculou-se na faculdade de Direito de São Paulo em 1.856, formando-se em 1.860, estabeleceu sua banca de advogado em Campinas, onde se consorciou com Maria do Carmo Sales, tornando-se assim, cunhado do Dr. Manoel Ferraz de Campos Sales, que futuramente foi eleito governador de São Paulo e, conseqüentemente, Presidente da República.

Cerqueira César ficou pouco tempo em Campinas, passando a advogar em Itapetininga, onde residiu até agosto de 1.863, quando mudou-se para Rio Claro. Em 1.875 envolveu-se na Política e na Imprensa, como um dos fundadores do Jornal “Província de São Paulo” que é o atual “Estado de São Paulo”. Mudou-se para São Paulo em 1.880, sendo primeiramente eleito secretário e depois presidente da Comissão Permanente do Partido Republicano.

 

                         Curiosidades sobre Cerqueira César:

 

Formação Administrativa e Judiciária de Cerqueira César:

 

No dia 13 de abril de 1.897 foi criado o 1° Distrito Policial, e, em 6 de junho de 1.899 o Distrito Policial, pela Lei 615, foi elevado a Distrito de Paz, sendo instalado no dia 23 de outubro de 1.899, ficando designado como escrivão Faustino Rodrigues Pinto.

Pelo decreto 1.038 de 19 de dezembro de 1.906 o Distrito de Paz foi elevado a categoria de foro de vila, então ficou designado Subintendente Manuel Veridiano Freire, e também Henrique Pavão.

Pela Lei n° 08 de 06 de junho de 1.907, criou-se o Distrito Escolar, sendo instalado a sua primeira escola de Instrução Pública (Mista) ficando nomeado Diretor da Escola o professor Agenor Fonseca.

Com a Reforma Territorial e Administrativa do Estado realizada em 1.964, pela Lei n° 8.092 de 28 de fevereiro de 1.964 o Município de Águas de Santa Bárbara do Rio Pardo foi incorporado com o Distrito de Iaras à Comarca. Pela Lei n° 9.404 de 13 de novembro de 1.964 foram criados o cargo de Juiz de Direito, de Promotor Público e Oficiais de Justiça.

Não foi possível a identificação do primeiro registro oficial de nascimento no município de Cerqueira César, pois as folhas do transcrito livro A-1 de 14 de outubro de 1.899 estavam ilegíveis. Obs: O registro mais próximo que pode ser identificado ocorreu no dia 29 de maio de 1.913 que foi realizado por Murillo de Campos – Oficial da época onde registrou o menino João, filho de José Camillo de Oliveira e de Maria Francisca.

O primeiro casamento civil no município foi de Thomas Antonio Pellegrino (40 anos) e Querobina Maria de Jesus (20 anos), realizado no dia 22 de novembro de 1.899, sendo Juiz de Paz Antonio Marques Pavão.

O primeiro óbito registrado foi do menino Benedito Pereira de Araújo de apenas 01 ano de idade, ocorrido em 09 de janeiro de 1.900.

O primeiro registro de imóvel foi de um terreno localizado na Rua XV de Novembro, transcrito no livro 3-A folhas 1- 1 no Oficial Registro Imóveis e Anexos de Cerqueira César, feito no dia 05 de outubro de 1.965, sendo outorgante José Joaquim Esteves e outorgado José Zacardi de Freitas.

Em 09 de março de 1.903, foi registrada a primeira escritura pública de compra e venda de um terreno rural encostado na Fazenda Macuco, tendo como outorgante Joaquim José Esteves.

O primeiro cartório surgiu no ano de 1.899 que tinha como responsável o Escrivão Fausto Luis Pinto.

 

              Os primeiros homens públicos de Cerqueira César:

 

- Juiz de Direito da Comarca - o Sr. Dr. Francisco Murilo Pinto.

- Promotor Público - Sr. Dr. Mauro de Macedo.

- Escrivão de Paz – Sr Faustino Rodrigues Pinto.

- Prefeito Municipal – Sr.  Hermenegildo Lopes Martins.

- Presidente da Câmara Municipal – Sr. Pe. José Joaquim de Castanheira Figueiredo.

- Pároco – Pe. Lindholfo Esteves.

- Pároco da Paróquia Santa Terezinha – Pe. José Julianetti.

- Fundadores – José Joaquim Esteves e Juvenal Coimbra.

- Cobrador de impostos do distrito - Sr. Manoel Veridiano Freire.

- Diretor - Sr. Adolpho Pacher.

- Vereadores – Arthur Alves Esteves, Antonio Bernardo Câmara, José Moreira Matos, Milhen Andraus Cassis e Hermenegildo Lopes Martins.

OBS.: Hermenegildo Lopes Martins e José Moreira de Matos foram eleitos respectivamente, prefeito e vice-prefeito e empossaram em seus lugares como vereadores Francisco de Paula Moura Leite e Manoel Veridiano Freire.

 

         Informações Básicas sobre o Município de Cerqueira César:

 

Área do município: 504 km².

População: 16.320 habitantes.

Eleitores: 11.947.

Topografia: ondulada.

Clima: tropical – máxima 29°C e mínima 6°C.

Solo: latossolo vermelho arenoso e variações para o latossolo roxo.

Hidrografia: Represa Jurumirim, Rio Novo, Três Ranchos e Paranapanema.

 

 

 

















Próxima Sessão

12ª Sessão Ordinária de 2014

21/08/2014 - quinta-feira

20:00 horas

Agenda de Eventos
Contas Públicas
da Câmara
transmissão ao vivo
palavra do presidente
Galeria Multimídia
Galerias
logo webline
2014 © Todos os direitos reservados